TratamentosTratamentos Estéticos Corporais

ONDAS DE CHOQUE

0

As ondas de choque atingem a superfície do tecido cutâneo e passam através de uma barreira homogênea sem danos às demais partes, aumentando o fluxo sanguíneo no local atingido. Na etiologia da celulite ocorre a deterioração da parte vascular da derme, causando edema e hipóxia do tecido. Há o adelgaçamento e esderose dos septos fibrosos ou em alguns casos, excesso de formação de tecido fibroso. Finalmente, as Ondas de choque apresentam efeitos antinflamatórios, estimulam fatores de crescimento e "Stemcells" (neoformações colágena, ósseas e de vasos), sendo neste caso responsável por muitas respostas positivas em um tecido isquêmico (celulite) e em flacidez tecidual. A frequência ultrassônica é diretamente proporcional à sua absorção, havendo maiores quantidades de energia convertidas em calor. Contrariamente quanto maior a frequência menor é a profundidade atingida. Quando a frequência utilizada é baixa faixa de 1 a 20Hz, a distribuição lenta e baixa absorção da energia ultrassônica levam à ocorrência de um fenômeno denominado por cavitação, e juntamente com a configuração de largura de pulsos gera-se então as ondas de choque.

INDICAÇÕES

Celulite, gordura localizada e flacidez.

CONTRA INDICAÇÕES

Qualquer doença de pele na área tratada, uso de marca-passo, ou qualquer implante eletrônico. Pessoas com tumores malignos ativos ou recentes e gestantes.

NÚMERO DE SESSÕES

No mínimo 10 sessões.